Você sabe o que é Diabetes?

          Você sabe o que é Diabetes? Você já deve ter ouvido falar sobre essa doença, mas ela é cheia de mitos e se informar corretamente é fundamental! Diabetes é uma doença crônica, isso significa que você terá que se cuidar mais intensamente a cada dia, pois seu corpo não produz insulina ou não consegue usar adequadamente a insulina que produz.

          Mas o que é insulina? É um hormônio produzido no pâncreas (órgão que fica atrás do estômago) e que controla a glicose (açúcar) no sangue. A glicose é importante como fonte de energia para o corpo.

          Em algumas pessoas, o sistema imunológico (de defesa) ataca equivocadamente as células do pâncreas que produzem insulina. Com pouca ou nenhuma insulina liberada para o corpo, a glicose fica no sangue, em vez de ser usada como energia. Esse é o Diabetes Tipo 1, que tem uma influência genética e aparece geralmente na infância ou adolescência.

          O Tipo 2 aparece quando o organismo não consegue usar adequadamente a insulina que produz ou não produz insulina suficiente. Cerca de 90% das pessoas com diabetes têm o Tipo 2 e este se manifesta mais frequentemente em adultos.

          Existem ainda outros tipos de diabetes, como o Diabetes Latente Autoimune do Adulto (LADA) e o diabetes gestacional. Algumas pessoas podem ter pré-diabetes, quando a glicose está alta, mas não o suficiente para um diagnóstico de Diabetes.

          As pessoas que tem mais chance de desenvolver pré-diabetes e diabetes são pessoas acima do peso, com pressão alta e com colesterol (gordura no sangue) alto. Você tem algum destes? Converse com seu médico!

          Um simples exame de sangue pode revelar se você tem diabetes. Este exame pode ser feito se for corretamente indicado pelo seu médico. Para isso, alguns fatores são considerados, como o seu risco de desenvolver essa doença.

          E quais são os riscos para ter Diabetes? Os fatores de risco são vários, e envolvem: idade, pressão alta, colesterol ou triglicérides altos, estar acima do peso, ter pais ou irmãos com diabetes, ter alguma outra condição de saúde que pode estar associada ao diabetes (como a doença renal crônica), história de filho nascido com mais de quatro quilos ou história de diabetes gestacional,  ter síndrome de ovários policísticos, ter apneia do sono, uso de glicocorticoides.

Deixe um comentário

Atenção Integativa